Tags

, , , , ,

O verso aliterativo nórdico antigo: duas traduções do Rúnatal
(Hávamál 138-145)

Théo de Borba Moosburger

O presente artigo parte de uma breve apresentação sobre o verso islandês antigo, mais especificamente do metro éddico ljóðaháttr, encontrado no poema anônimo Hávamál, e em seguida são executadas duas traduções, uma em verso heróico tradicional da língua portuguesa (decassílabos), outra numa tentativa de reprodução do verso do original. As duas traduções são analisadas, e discutem-se questões que dizem respeito à letra, em termos bermanianos, atentando-se para as possibilidades que cada uma das versões dadas oferece e em que medida cada uma consegue e não acolher a letra do original.

Click here to read this article on Revista do programa de pós-graduação em estudos da tradução da UFSC