Tags

, , , , ,

Alfred o Grande e a linhagem sagrada de Wessex: A construção de um mito de origem na Inglaterra anglo-saxônica.

 

[publicado originalmente em As relações entre História e Literatura no Mundo Antigo e Medieval, Mirabilia 13 (2011/2)]

Resumo: Durante o final do século IX, as ações tomadas pelo rei Alfred o Grande foram decisivas para a sobrevivência da Inglaterra anglo-saxônica contra os ataques dos vikings. Seu resgate cultural iria mudar a sociedade anglo-saxônica, reforçando as defesas do reino, a política e possibilitar a unificação da Inglaterra em meados do século X sob o governo do rei Athelstan. Entretanto, a razão principal para este resgate não era cultural, mas espiritual. O plano de Alfred era trazer seu povo de volta para Deus. Para esta tarefa, inspirado por obras como a Historia Ecclesiastica de Beda, um mito de origem foi forjado. Um mito que dizia que os anglo-saxões eram os herdeiros espirituais dos hebreus do Velho Testamento. E seus reis seriam descendentes de uma linhagem sagrada de um misterioso quarto filho de Noé. Neste artigo iremos analisar os elementos desse mito, como se deu sua construção e sua importância para o período alfrediano.

Abstract: During the end of 9th century, the actions taken by King Alfred the Great were decisive for the survival of the Anglo-Saxon England against the attacks of the Vikings. His cultural revival would change the Anglo-Saxon society, reinforcing the defenses of the kingdom, the politics and enable the unification of England in the mid-10th century under king Athelstan’s reign. However, the main reason behind this revival was not cultural but a spiritual. Alfred’s plan was bring his people back to God. For this task, inspired by the works like Bede’s Historia Ecclesiastica, a myth of origins was forged. A myth that said the Anglo-Saxons were the spiritual heirs of the Hebrews of Old Testament. And their kings would be descendent of a holy lineage of a mysterious forth son of Noah. In this article we will analyze the elements of this myth, how was its construction and its importance for the Alfredian period.

Palavras-chave: Inglaterra anglo-saxônica, mito, sociedade, Alfred.

Keywords: Anglo-Saxon England, Myth, Society, Alfred.

Clique aqui para continuar lendo em Mirabilia 13 (2011/2)

Advertisements